Você sente uma vontade incontrolável de comer doce? Quem nunca passou por isso? Quando o assunto é emagrecimento e qualidade de vida, essa vontade só vem para atrapalhar. A notícia boa é que é possível controlar essa vontade.

A vontade de comer doce já é algo bem falado e ao mesmo tempo é um sintoma que muitas pessoas relatam no consultório para mim. Muitas vezes, elas não sabem o que fazer.

Existem 3 estímulos diferentes que nós podemos ter com relação a essa vontade. O horário que você tem essa vontade de comer doce pode indicar a razão e o que está desencadeando tudo isso.

Qual horário você tem vontade?

Por exemplo, se você tem vontade de comer doce do final do dia para a noite, isso pode ser um indicativo de falta de serotonina, que é o hormônio do prazer. Um chá ou chocolate 100% cacau no lanche da tarde pode ser uma boa estratégia.

Se a sua vontade de comer doce é durante todo o dia, desde a hora que você acorda até a hora que você vai dormir, pode ser por causa de uma disbiose. Para quem não sabe o que é disbiose, é quando você tem uma alteração na microbiota intestinal, ou seja, você pode ter mais bactérias ruins do que boas no intestino, com desiquilíbrio intestinal.

Com isso, você vai produzir mais citocinas inflamatórias e inflamar cada vez mais seu organismo. A longo prazo, você pode vir a ganhar peso, interferir no seu sono, na vontade de comer doce, mais nervosismo. Tudo isso pode estar associado se você tem um quadro de disbiose.

Logo, se você já acorda com vontade de comer doce, este pode ser um indicativo de que a disbiose está presente no seu organismo. Se este é o seu caso, você deve procurar um profissional para tratar.

Se essa vontade de comer doce é depois do almoço, este é um indicativo que você pode ter uma resistência à insulina. Dessa forma, um cardápio alimentar para controlar a insulina seria fundamental. Neste caso, é interessante também fazer alguns exames para analisar melhor.

Por que identificar o estímulo

Quando você entende esses estímulos, fica mais fácil controlar a vontade de comer doce. Por isso é muito interessante conhecê-los e se observar. Que horas é pior a vontade de comer doce? Depois do almoço ou no final do dia para começo da noite? Ou já acorda com vontade de comer doce?

Nada melhor que observar o seu organismo, se conhecer, para saber como controlar essa vontade de comer doce. Da mesma forma, é interessante analisar para saber qual tipo de dieta é mais indicada para o seu caso.

Analise os seus sinais e sintomas para perceber o que está acontecendo com o seu organismo. Isso é fundamental quando pensamos em emagrecimento ou qualquer outro tipo de objetivo que você tem na sua vida. Quanto mais você conseguir se auto analisar, mais fácil identificar a direção a seguir.

Como controlar essa vontade

Veja 4 estratégias para driblar essa vontade na prática:

1 – Não tenha doce em casa. Se você tem fácil acesso, vai comer mesmo. Se você tem essa compulsão, não ter em casa auxilia muito, ainda mais se você come sem pensar. Isso acontece muito e você acaba comendo por comer, sem prazer nenhuma naquele alimento.

2- Consuma alimentos que estimulam o paladar amargo. Isso faz você mandar para o cérebro uma mensagem de paladar amargo e tira a ideia de comer doce. Use chocolate com maior quantidade de cacau (70% ou 100%), café e chás (gengibre e moringa, por exemplo). Estes alimentos enviam mensagens do paladar mais amargo ao cérebro.

3 – Após o almoço e/ou jantar, escove os dentes. Parece simples, mas isso ajuda a diminuir a vontade de comer doce após as refeições.

4 – Se não consegue fugir do doce após as refeições, opte por alimentos que não fazem pico de insulina e oferecem a sensação de coisa doce, como uma banana ou maçã assada com canela. Você pode ainda derreter chocolate (cacau a 70% ou 100%) e colocar nas frutas. São melhores opções para driblar a vontade de comer doce.

 

O açúcar é um alimento altamente viciante e eu sei que, se o seu paladar já estiver viciado, será mais difícil, principalmente no começo. Por isso, mude aos poucos, um dia de cada vez. É importante diminuir o consumo e o seu corpo vai se adaptando. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *