A dieta cetogênica tem inúmeras finalidade e uma delas é para emagrecer. Ela consiste no consumo de alimentos ricos em gorduras boas, quantidade moderada de proteínas e carboidrato o mínimo possível.

O principal benefício da dieta cetogência é que ela força o organismo a usar a gordura como fonte de energia. Isso é chamado de estado de cetose, um mecanismo natural do nosso corpo, que utiliza as gorduras acumuladas e com isso você emagrece.

Além disso ela melhora a energia, ajuda no controle da glicemia e melhora o nível de insulina.

Vale a pena?

Muita gente critica a dieta cetogênica, já que você vai consumir o mínimo possível de carboidrato. Por isso, para qualquer plano, você deve ter um acompanhamento nutricional de um profissional da área. É ele que vai orientar a melhor forma de fazer a dieta de acordo com o seu organismo e seu objetivo.

Particularmente, eu gosto do plano cetogênico desde que você faça de maneira estratégica. Você vai tirar quase todo o carboidrato e usar mais fontes de proteína, de maneira controlada, e gorduras boas, como a do abacate, azeite e óleo de coco.

Benefícios da dieta cetogênica

Com esse plano alimentar, podemos controlar a produção da insulina e usar como energia para o nosso organismo a gordura do nosso corpo. Isso é o que chamamos de cetose, o que faz perder peso mais rápido.

Porém, muitas pessoas acabam errando por ficar muito tempo na dieta cetogênica e quando voltam a comer, como não teve um processo, elas voltam descontroladas.

Este plano alimentar tem que ter um começo, um meio e um fim. Se não tiver acompanhamento e tentar fazer até quando aguentar, você poderá ficar mais compulsivo e abusar demais no carboidrato quando finalizar a dieta.

Essa dieta é ideal para controlar a compulsão, para ajudar você perder peso mais rápido e para auxiliar com relação a parte de alterações hormonais. Dessa forma, se fizer de uma maneira estratégica e com um profissional te acompanhando, realmente o plano cetogênico é maravilhoso.

O melhor para cada organismo

É muito difícil usar como primeira estratégia alimentar para perda de peso a dieta cetogênica. O mais comum é usar outras opções para depois colocar um plano cetogênico. Por isso eu falo da importância de trabalhar com ciclo de estratégias.

Logo, é sempre muito importante você mudar as estratégias para o corpo conseguir responder e atingir o objetivo. Não adianta querer fazer por tempo indeterminado, porque você se sabota. Não pode ser 8 ou 80 e quando você é muito radical, não consegue manter o plano alimentar a longo prazo e não muda os seus hábitos alimentares.

Vale a pena mudar o plano alimentar para o seu corpo não se adaptar. Quando ele se adapta, você para de ter resultado. Mas lembre-se que o acompanhamento de um profissional é essencial. Esta dieta não deve começar do nada, existe um passo a passo, um processo para chegar até ela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *