Você conhece os benefícios do jejum intermitente? O Jejum intermitente é uma estratégia de emagrecimento muito usada nos dias atuais. Ela consiste em não comer nenhum alimento sólido por um período, que pode ser de 12 horas no início e até 36 horas quando a pessoa já está adaptada.

Os únicos alimentos permitidos durante o jejum são água, chá e café sem açúcar. Também é importante atenção aos alimentos consumidos para quebrar o jejum. Nesse artigo você vai conhecer os benefícios e saber como fazer um jejum intermitente da forma correta.

Como outras estratégias de emagrecimento, o JI é um plano individualizado e deve ser prescrito por um profissional da área, que poderá escolher o que é melhor para seu organismo.

Os benefícios

Eu gosto muito do jejum intermitente e uso essa estratégia com diversos pacientes. Confira alguns benefícios:

1 – Auxilia no emagrecimento: quando você fica um tempo maior sem comer, como acontece no JI, vai consumir duas ou três refeições por dia, no máximo. Com isso, você muda a fonte de gasto de energia. Dessa forma, nosso organismo vai buscar energia na famosa “pochete” ou onde tem gordura localizada, por isso ele ajuda muito no emagrecimento.

2 – Controle de insulina: quando você come um alimento com muito carboidrato, isso vai produzir muita insulina. O pâncreas é ativado para produzir mais insulina e com isso ocorre o ganho de peso. Com o ganho de peso, pode vir a surgir uma pré-diabetes. Assim, o jejum também faz um bom controle com relação à insulina.

3 – Modula os hormônios: outro ótimo benefício é com relação a parte hormonal. O jejum intermitente vai modular alguns hormônios, como a grelina e a leptina, que são os hormônios da fome e da saciedade. Logo, até mesmo a vontade de comer doce também diminui quando você faz uso dessa estratégia.

4 – Longevidade: outro benefício maravilhoso do jejum é com relação à produção do hormônio do crescimento. Quanto mais você produz esse hormônio, que é diminuído ao longo da vida, é possível melhorar a longevidade.

5 – Imunidade: no quesito imunidade, que hoje em dia tem se falado muito, o jejum utilizado de uma maneira adequada, auxilia muito também quando pensamos na imunidade.

Como começar?

Agora que você já conhece os benefícios do jejum intermitente, vamos ver como começar. É importante começar aos poucos, com jejum de poucas horas se o seu corpo não está adaptado. Dessa forma, comece com 12 horas e 2 vezes na semana, intercalando os dias.

Se foi tranquilo, na semana seguinte aumente para 14 e, na outra, 16 horas. Não queira fazer todos os dias se o seu organismo não está acostumado.  Por exemplo, se começar indo direto para 18 horas, você pode passar mal e com isso vai se sabotar e frustrar.

Da mesma forma, é importante fazer boas escolhas alimentares para romper o jejum. De nada adianta fazer o JI e almoçar um prato rico em carboidratos. O ideal é consumir gorduras boas, como azeite e abacate, por exemplo, e uma proteína.

Esta refeição com baixo índice glicêmico garante bem estar e também os resultados da estratégia.

Agora que você já conhece os benefícios do jejum intermitente, procure um profissional para fazer um plano individualizado e siga as orientações.

2 respostas

  1. Estava fazendo errado , mas da de boa fazer 14-16 hrs estava quebrando errado ! Agora vai ! Comi salada purê de batata e carne !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *